quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

A entrevista com Ciro Gomes na Carta Capital


Vale a pena dar uma conferida na entrevista com Ciro Gomes (PSB) na Carta Capital da última semana (edição nº 582). Possível candidato à presidência da República, Ciro expõe sua visã do atual cenário político nacional. Destaco os seguintes trechos da entrevista:

“Essa mídia que nos temos é um problema, porque, na verdade era é um partido político. É sectária, extremamente conservadora e ligada, de forma clandestina, ao interesse plutocrata nacional e internacional.”

“O Fernando Henrique virou uma âncora para matar qualquer um. Quem se ligar a ele perde a eleição. Eles (do PSDB) perderam a redoma em que viveram a vida inteira, por isso, estão pirados. Eles produziram um mundo artificial de mídia, e não sabem o que está acontecendo lá fora. Então, acreditam, realmente, que são muito bons e que o Lula não presta, porque dentro da redoma é assim que se fala. É uma coisa impressionante.”

2 comentários:

Dialógico disse...

A minha experiência me diz, que o discurso é um [na maioria das vezes lúcido, exemplar, matador] mas, na hora H, não se faz absolutamente NADA!

No entanto, reconheço ousadia na avaliação da mídia. Um político da envergadura de Ciro Gomes ter coragem de chamá-la de sectária e ligada à plutocracia, foi a 1ª vez que vi [li]. :-)

Albino disse...

É por dizer estas verdades sobre a grande midia que Ciro não consegue espaço na mesma para promover a sua candidatura.É esta midia que tem promovido a polarização entre Serra e Dilma o que nã é nada bom para o fortalecimento da decracia brasileira.

Seguidores

Direito de Resposta do Brizola na Globo