quinta-feira, 11 de março de 2010

Despedida Forçada

Há pouco mais de 1 ano foi criado "O Partisan" quase como uma terapia. Uma forma de desabafar, de protestar contra a manipulação opressiva de uma mídia oligopolizada que desnatura e compromete o avanço da democracia.

Particularmente, a experiência vivida nessa empreitada foi fantástica. O trabalho e  a disciplina necessários para manter o blog compensaram em muito a aprendizagem proporcionada. Infelizmente, novos compromissos eliminaram o pouco tempo disponível para essa atividade tão prazerosa. Formalizar a interrupção foi a melhor forma encontrada de afastar a tentação de continuar blogando. Simplesmente viciei. 

Conforta saber que a pequena contribuição que esse espaço podia dar na luta pela democratização dos meios de comunicação será facilmente superada pela enorme rede de blogs independentes, que  não para de crescer. Um conforto sem preço. Terei que evitar recaídas. Para tanto pretendo evitar os veículos da mídia corporativa por um bom tempo (jornais, rádios, noticários). Se cair em tentação recorrerei aos amigos blogueiros suplicando que publiquem meus desabafos. A luta continua.

15 comentários:

Cristóvão Feil disse...

Lamento.
Mas a guerra de guerrilha continua!

Abç.

CF

breton disse...

Bah!!! Me pegou de surpresa!

Carlos Eduardo da Maia disse...

Um blog não pode parar. Sempre existe algum tempo disponível. Que o partisan continue defendendo o que bem entende e que a luta por um Brasil melhor e mais justo continue, porque essa é a boa luta.

zcarlos disse...

Meu caro amigo,
Se por um lado lamento sua despedida; por outro, entendo sua atitude. Se assim for melhor pra vc, siga em frente e seja feliz!
Vou sentir falta de acessar seu blog. Aprendi com vc, meu caro conterrâneo Partisan.
Por enquanto ainda não cheguei a tomar sua atitude extrema... mas que é viciante, isso é mesmo.
Contudo, deixo meu blog, contextolivre, a sua disposição. E, ainda, se quiser colaborar nele com algumas postagens de recaida, avise-me.
Grande abraço.

Charles Leonel Bakalarczyk disse...

Não pare. Repense. Reorganize o tempo dedicado ao blog.Quiçá uma postagem por semana...

Remindo disse...

Foi um prazer sua companhia.

Vitorino "Milico" Mesquita disse...

Meu camarada:
Dá um jeito, posta menos mas continua ...
De qualquer forma ofereço meu modesto blog, Blog do Milico, para ser enriquecido com suas colaborações.
Nos falamos em Mostardas.

José Renato Moura disse...

Cara, fiquei muito triste com a notícia. Mas e entendo. Sei do custo que é manter o blog "no ar", não sendo profissional do jornalismo, ou seja, tendo que atender às outras coisas da nossa vida, família, profissão, etc. O bloguismo amador é muito exigente. Fica um apelo para não tirar o Partisan do ar, e postar menos, quem sabe um "textículo" por semana. Alguns clips, enfim. Nosotros, da blogosfera de esquerda, gostamos muito de ti, e gostaríamos que continuasse. Abração. Nos encontramos por aí.

partisan disse...

Vou tentar postar eventualmente para manter o espaço e contribuir na nossa rede. Abraços a todos.

elektrofossile disse...

Menchevique traidor!

Não dá prá confiar nesses blogs. Já não basta o Biruta do Sul ter parado?

Depois reclamam que o pRBS tá tomando conta!

Job disse...

Que bom que já pensas em postar. Não podemos prescindir deste que é um dos melhores espaços que temos na blogosfera de esquerda.

Prof. Álvaro disse...

O Partisan não para teu blog é muito bom.
Abraços.

Dione disse...

Faço coro aos demais apelos. Partisan, as dificuldades certamente passaram, mas a angústia de gritar contra os desmandos da mídia corporativa, essa jamais passará. Então, encilha o cavalo e segue troteando vagarito vagarito, mas segue, não para. Abçs.

zé fonseca disse...

Caro Marcelo!
O que eu acho é que temos que ter todo este povo que faz a boa militância na informação partindo para um outro patamar.Qual seria?Quem sabe botar esse povo todo envolvido na arte de informar e de ser informado numa relação pra além da escrita.Isto é.Relação presencial para construir táticas em ações diretas, partindo da premissa que se tenha acordo em algumas estratégias. A claridade fornecida pela informação bem debatida deve alimentar os anciosos por algo mais que os partidos não propõe,
deve colocar gente en marcha, viva, no mundo da luta de classes.
Boa sorte!

Zé Fonseca

Anônimo disse...

Até, intão.....

Seguidores

Direito de Resposta do Brizola na Globo