sexta-feira, 5 de março de 2010

Jornal do grupo RBS agora tem poderes mediúnicos

Colaborador do blog, atento leitor, envia comentário destacando nova "pérola" jornalística do grupo RBS:

O ex-secretário da saúde de Porto Alegre, Eliseu Santos, teria afirmado na Polícia Federal, pouco antes de ser assassinado, que matou uma pessoa. O jornal do grupo RBS  relembrou outro episódio de conflito envolvendo Santos, no qual o ex-secretário acertou um homem com um tiro no tornozelo. Logicamente, Eliseu Santos sabia do desfecho desse episódio, pois foi à época noticiado pela imprensa. Assim, por óbvio, que o ex-secretário não se referia a esse caso na Polícia Federal. Mas, o jornal da RBS portador de poderes mediúnicos lascou "Homem que Eliseu teria matado está vivo".

Nada que fuja da sincera campanha promocional do grupo que diz: "a gente faz muitas coisas que você não vê, para fazer o que você vê". Realmente, nisso temos que concordar.

Um comentário:

César Bento disse...

Mais uma do boletim do PRBS.

Seguidores

Direito de Resposta do Brizola na Globo