segunda-feira, 22 de março de 2010

Para Serra reivindicações dos professores são "trololó"


Assim como a aliada e correligionária YEDA Crusius, o governador paulista, José Serra (PSDB), demonstra frequente desprezo pela educação e os educadores. Os professores do Estado de São Paulo estão em greve desde o dia 08 de março e promovem constantes manifestações sempre omitidas pela mídia corporativa.

Na última sexta-feira (19) aproximadamente 60 mil professores promoveram uma manifestação na avenida Paulista e aprovaram a continuidade do movimento. Diante da dimensão do protesto, a cumplicidade midiática não foi suficiente e Serra foi forçado a se manifestar. O tucano, que já mandou invadir a USP (veja aqui), tratou as reivindicações dos professores de São Paulo como um "trololó".

Uma verdadeira pérola do candidato tucano à presidência cuidadosamente escondida do grande público nacional.
Uma nova assembleia estadual está marcada para a próxima sexta-feira, 26, no Palácio dos Bandeirantes, às 15 horas.

5 comentários:

elektrofossile disse...

A trajetória tucana: to nhénhénhém cardosista ao trololó serrano.

Que maravilha !

Remindo disse...

Acho que mídia corporativa é quase um elogio a estes jornalecos. Quem sabe poderiamos usar "mídia do mal"

Carlos Eduardo da Maia disse...

Não foram 60 mil professores nem aqui e nem na China. Serra faz uma boa gestão na educação e, sobretudo, porque flexibilizou a gestão incorporando algo que deve ser feito em todo o serviço público no Brasil, a meritocracia. Isso é fundamental para o desenvolvimento do Brasil, apesar dos conservadores do status quo serem contra.

Rodrigo Fernando disse...

Falsa meritocracia, meu caro Carlos. Quem trabalha na educação entende perfeitamente que um provão não está diretamente relacionado com o desempenho do professor em sala de aula.
Conheço dois perfis de professores que concorrem a esta "PROMOÇÃO POR MÉriTO" (lei 1097/2009)(ahhh)
Os dois são frequentes. Só que um lê jornal em aula, enquanto outra passa os finais de semana planejando as suas aulas.
Como essa promoção é feita por SORTEIO, - 20% dos professores que atenderem a todas as exigências do governo e passarem na prova serão sorteados. Então, não temos "MERITOCRACIA". Temos a "SORTECRACIA", ou "AZARCRACIA"

Prof. Álvaro disse...

O Governo Serra tem sido um desastre, pois é o governo do aparecimento, enquanto prejudica a segurança, educação e saúde, ou seja programas sociais e conta com a mídia extremamente parcial ao seu favor. Senão ele nem figurava nas pesquisas.

Seguidores

Direito de Resposta do Brizola na Globo