quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Os ratos da saúde pública de Porto Alegre


Recentemente, Porto Alegre foi surpreendida pela Operação Pathos, deflagrada pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal para investigar a existência de uma organização criminosa responsável por desvios de recursos públicos da saúde do Município. A organização criminosa seria composta por empresários e agentes públicos associados para praticar crimes contra a Administração, como peculato, emprego irregular de verbas, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. 

As irregularidades, originalmente informadas às autoridades pelo Conselho Municipal da Saúde, seriam decorrentes da contratação do Instituto Sollus e teriam resultado em um desvio de recursos públicos superior a R$ 9 milhões da Prefeitura de Porto Alegre. 

Em 2007 a Adminstração Fogaça cancelou o contrato com a Fundação da Ufrgs e manifestou a intenção de contratar o Instituto Sollus. O Instituto Sollus  foi declarado uma Organização Social de Interesse Público - OSIP - por um decreto do então governador tucano Geraldo Alckmin (PSDB).

Naquela oportunidade o governo municipal foi avisado, inclusive por integrantes da Câmara Municipal, que a entidade tinha dois endereços e apresentou várias irregularidades em cidades onde prestava serviço. Além disso, vários dos diretores do Instituito pertenciam a mesma  Igreja do então secretário da saúde. Apesar de tudo, o governo Fogaça decidiu contratar o Instituto, inclusive sem licitação.

Nessa semana, por triste causalidade, o posto de saúde da Família Ernesto Araújo, no Morro da Cruz, foi obrigado a paralisar suas atividades devido a uma infestação de ratos. 

Não restam mais dúvidas que o estado das coisas na saúde pública municipal exige  uma urgente desratização.
 

           

Um comentário:

Eugenio Hansen, OFS disse...

Paz e bem!

Sobre o Eliseu Santos:
Fazer marcapáginas da secretaria
com destacado espaço para foro e nome
do ilustre secretário pode?
Cf. http://discutapolitica.blogspot.com/2010/01/isto-pode.html

Seguidores

Direito de Resposta do Brizola na Globo