quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Laços midiáticos II

Importante ler atentamente esse trecho da degravação de uma conversa entre dois denunciados pelo Ministério Público Federal por improbidade administrativa (pg. 1043/1044). Essa conversa também dificilmente será noticiado ou terá evidencia no oligopólio midiático regional.
O acusado Flávio Vaz Neto conversa com Andréia, a qual reclama do assédio de uma jornalista chamada "Rosane". A jornalista estaria ameaçando noticiar que Andréia seria amante de Vaz Neto.
Mas o fundamental é o motivo do assédio promovido pela jornalista. Diz a interlocutora do acusado "eles não querem atingir a mim, nem a ti, nem quem quer que seja. Eles querem atingir o relatório". O relatório em questão é o da CPI do DETRAN.
A preocupação principal desse veículo de comunicação, fica claro, não é informar seus leitores. O objetivo é produzir factóides convergentes com seus interesses, manipulando a opinião e percepção da sociedade acerca dos fatos.
Como já dito aqui, ainda há muito para contar sobre a relação do oligopólio midiático com os principais personagens dessa quadrilha de alta periculosidade.

2 comentários:

Dialógico disse...

Muito boa informação!

Anônimo disse...

Os diálogos também mostram que Chico Fraga marcava encontros com Walna fora do Piratiní. Será que não pintou um clima? ahahahahahaha!

Seguidores

Direito de Resposta do Brizola na Globo