segunda-feira, 9 de março de 2009

Protógenes, o próspero


A revista Veja - da família Civita - dessa semana apresenta uma reportagem que atribui ao delegado Protógenes Queiroz a responsabilidade por uma rede que teria espionado, secretamente, a vida amorosa da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff; o presidente Luiz Inácio Lula da Silva; o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso; o governador de São Paulo, José Serra (PSDB); o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes; deputados; senadores e advogados. As informações obtidas pela rede teriam sido usadas para intimidar autoridades, ainda segundo a revista. A notícia foi automática e acriticamente reproduzida pela mídia afiliada sem maiores questionamentos. Caso tal versão não se confirme, a exemplo do suposto grampo no STF, terá dois resultados:
1) beneficiará, novamente, os interesses do banqueiro Daniel Dantas;
2) provavelmente trará prosperidade financeira ao nosso mais famoso Delegado Federal com as indenizações pelo dano moral resultante.

Um comentário:

WMaderaW disse...

Meus parabéns
Fernando
Grande abraço

Seguidores

Direito de Resposta do Brizola na Globo