quinta-feira, 25 de junho de 2009

Nada de novo no mundo da oligarquia brasileira

Como demonstra a reportagem acima, os fatos que fundamentam a atual crise no Senado não são nenhuma novidade, resultando da própria estrutura do sistema político brasileiro. A qual, por sinal, a nossa imprensa moralista nem cogita em mudar. A grande questão é "quais interesses estam motivando essa onda de denúncias e quais os seus verdadeiros objetivos?" Ou alguém acredita que a nossa mídia monopolista apenas agora ficou sabendo das fraquezas e vícios dos nossos nobres senadores?

9 comentários:

Carlos Eduardo da Maia disse...

Certa esquerda tem um grande vício, o de achar que o mundo é dividido de forma bipolar. De um lado a eterna oligarquia -- que parece não mudar nunca -- e de outro os tadinhos, que somos nós. E, nós, os tadinhos, somos explorados diariamente pelos capitalistas, a grande mídia e os políticos que tomam conta do governo. Todos esses malvados estão alinhados, estão comprometidos entre si e tudo o que eles fazem é o para o mal. Então, nós, os tadinhos temos que nos unir para acabar com esses malvados. E assim caminha a humanidade sobre a ótica do pensamento bipolar.

Anônimo disse...

Quem não muda, não é a esquerda, nem a oligarquia.
Quem não conseguiu mudar foi o homem.
Arraigado no egoísmo, resultado da luta pela sobrevivência em condições péssimas, começa a perceber (poucos) que não se pode ser mais assim.
O resultado do egoísmo humano se volta contra a própria civilização.
Homens, mulheres e crianças, com fome, quase sem possibilidade de sobrevivência.
Um infernizando a vida do outro.
No Brasil, 100 milhões de pessoas com renda inferior a R$ 143,00 com 30 milhões sem nada.
Resultado destes, chamados de oligarquia, pequenos homens, egoístas máximos, criminosos máximos.

Anônimo disse...

Caro Carlos Eduardo não é apenas a esquerda,mas também a direita tem esse tal vício maniqueísta da luta entre o Bem e o Mal. Pois, como explicar o medo que a direita tem dos "comunistas". Ou, vai me dizer que quando você era criancinha eles não contavam que "comunista comiam o fígado de criança".

Anônimo disse...

Para Carlos Eduardo:
Onde está o erro em se identificar os membros da Oligarquia e suas falcatruas ?
Por que você é contra essa revelação que o blog faz, demonstrando a hipocrisia nos ataques atuais a Sarney ?
Veja bem: a nomeação secreta é de 1986, com o acobertamento do senador Coronel Jarbas Passarinho.

Carlos Eduardo da Maia disse...

O Brasil perde muito tempo com essa discussão imbecil de direita contra esquerda. Uma coisa é certa, a ninguém interessa a pobreza, a ninguém interessa a exclusão social, a ninguém interessa corrupção, violência e estado ineficiente. O problema do Brasil não é ideológico, porque estamos todos convergentes que o que se deve fazer é inclusão social. Mas para incluir é necessário estado que funcione e que realize um bom serviço público. Eu não estou nem ai com os comunistas e nem com os liberais. Eu não sou nenhum dos dois. Eu quero mais é que este Brasil se desenvolva socialmente com responsabilidade ambiental e de forma sustentável. Essa é a boa luta.

Márcio Batista disse...

Prfezado blogueiro, que tal publica a reportagem de VEJA sobre o "fenômeno" roseana quando ela era uma ameaça à popularidade de Lula e antes de ser abatida em pleono vôo pelos jagunços de Serra?

Márcio Batista disse...

Se precisar, mando os jpg

Carlos Eduardo da Maia disse...

Roseana foi abatida porque na indústria de seu marido foram localizados milhões de reais em dinheiro vivo pela PF do governo FHC. E, por incrível que pareça, ela é hoje governadora do MA.... Politica partidária neste país é podre.

partisan disse...

Márcio,
Temos interesse sim em abordar esse assunto. Por favor nos envie os arquivos pelo e-mail do blog (está no canto direito da página)

Seguidores

Direito de Resposta do Brizola na Globo